2022-02-18
Natallia Hershe no aeroporto Minsk-2.

A prisioneira política Natallia Hershe foi libertada da prisão sem aviso prévio. O presidente suíço, Ignazio Cassis, informou pessoalmente sobre a libertação de Hershe e expressou sua alegria pelo sucesso dos esforços diplomáticos.

Lembramos que recentemente a Suíça enviou sua embaixadora a Belarus. Christine Honegger-Zolotukhin apresentou cópias de suas credenciais ao ministro das Relações Exteriores, Vladimir Makei. Ao mesmo tempo, o Ministério das Relações Exteriores da Suíça observou que esse gesto não foi um reconhecimento da legitimidade de Lukashenka.

A cidadã da Suíça e de Belarus passou 17 meses na prisão. Ela se recusou resolutamente a escrever um pedido de clemência a Aliaksandr Lukashenka e repetidamente fez greve de fome por causa das condições insuportáveis de detenção. A libertação da presa política foi uma surpresa até para seu irmão Henadz. Ele encontrou-se com sua irmã no aeroporto, aonde ela foi trazida com uniforme de presidiária. Poucas horas depois, Natallia Hershe deixou Belarus.