2021-07-06
Viktar Babaryka no julgamento.

O supremo tribunal da República de Belarus sentenciou o político e ex-chefe do Belgazprombank, Viktar Babaryka, a 14 anos em uma colônia de segurança máxima.

Uma vez que a decisão foi tomada por um tribunal superior, Babaryka não pode apelar da decisão. Também o tribunal decidiu multar em 46 milhões de rubéis [cerca de 96,6 milhões de reais ou 15 milhões de euros] do prisioneiro político “como compensação pelos danos causados.”

O ex-candidato à presidência de Belarus está preso há mais de um ano. De acordo com Babaryka, durante a sua chefia no Belgazprombank, “não apenas nenhuma ação ou coerção ilegal foi permitida, como também nenhuma indicação da possibilidade de cometer ações ilegais foi permitida”.