2022-02-08
Imagem ilustrativa.

A Comissão Eleitoral Central de Belarus concluiu a formação de comissões distritais para a realização de um referendo sobre a Constituição. Entre seus membros não há um único representante da oposição.

De acordo com o centro de direitos humanos Viasná, mais de 98% dos candidatos indicados por partidos políticos, associações e sindicatos pró-governo foram incluídos nas comissões (mais de 30 mil pessoas). Ao mesmo tempo, nenhum dos 42 representantes indicados pelos partidos da oposição e outras associações públicas entrou nas comissões.

A atmosfera de medo geral e repressão criada pelas autoridades, bem como o controle total sobre a formação de comissões eleitorais distritais, levaram ao fato de que, pela primeira vez na história da Belarus independente, a oposição não está representada nas comissões eleitorais.

Recordemos que, anteriormente, o regime se recusou a criar comissões distritais fora de Belarus, o que de fato privou um grande número de belarussos da oportunidade de exercer o seu direito de voto neste “referendo”.