2022-04-16
Mark Bernstein. Archivfoto: Sjarhej Michalenko
Mark Bernstein. Foto de acervo: Siarhei Mikhalenka

Pavel Pernikau, 30 anos, editor da Wikipedia, foi condenado em Brest. Ele foi acusado de desacreditar Belarus ao editar artigos da Wikipedia sobre o envolvimento das forças de segurança belarussas no assassinato da jornalista Veranika Tcharkássava em outubro de 2004 e na morte de seu compatriota Henadz Shutau. Também, de acordo com a acusação, Pernikau desacreditou o regime belarusso no website da Sociedade Internacional de Direitos Humanos (ISHR). Há um ano, apareceu ali um artigo, que começava com as palavras: “As pessoas são torturadas e mortas no centro da Europa”. A matéria dizia que a tortura e os assassinatos estavam ocorrendo em instalações de detenção belarussas devido à culpa das suas administrações. Isso foi confirmado pelo relatório da ONU de 17 de março de 2022. O réu se declarou inocente no tribunal. O juiz o condenou a dois anos de prisão em uma colônia do regime geral.

relatos de que outras pessoas tomaram a conta de Pernikau: no final de dezembro alguém em seu nome havia retirado da Wikipedia as menções de repressão aos jornalistas, as sanções contra Lukashenko e os presos políticos belarussos.

Um outro editor da Wikipédia, Mark Bernstein, de 56 anos, foi detido em março de 2022 em Minsk. Mark Bernstein, conhecido sob o apelido de Pessimist2006, era um editor ativo da Wikipedia. Ele já contribuiu com mais de 200.000 edições para vários artigos desde 2008. Ele é um dos 50 principais autores no segmento de língua russa. Depois que um canal de Telegram russo pró-governo noticiar que as ações de Bernstein violavam a nova lei russa de “notícias falsas”, foi aberto um processo criminal contra ele. Os defensores dos direitos humanos o declararam prisioneiro político.

Após as prisões, os colaboradores da Wikipedia da Rússia e de Belarus foram convidados a tomar medidas cautelares reforçadas. Eles foram aconselhados a editar artigos sobre a guerra que a Rússia desencadeou contra a Ucrânia apenas a partir de contas adicionais.