2021-06-13
Yuliya Tcharniáuskaya.

“Eu leio muito, acaricio meu cachorro, ouço música e desenho”, – contou Yuliya Tcharniáuskaya.

“Nunca pensei que Kafka fosse realidade. Eu entendo que tenho muita sorte em comparação com aquelas pessoas cujas prisões não são domiciliares e de cuja honestidade não tenho dúvidas. Eu oro por elas – é o que eu posso fazer”.

Após a destruição do portal TUT.BY, em 18 de maio, e a prisão de todos os seus dirigentes, o veículo midiático foi forçado a se deslocar para as redes sociais e Telegram. No momento, o canal do Telegram @tutby_official subiu para o segundo lugar em termos de número de assinantes entre os canais do Telegram de Belarus.