2021-06-07
Fronteira belarussa-lituana.

O fluxo de imigrantes ilegais aumentou drasticamente na fronteira de Belarus com os países vizinhos da UE, Lituânia e Polônia.

Nos primeiros cinco meses de 2021, mais de 270 pessoas tentaram passar ilegalmente de Belarus para a Lituânia, três vezes mais do que em todo o ano passado. Durante o mesmo período, os guardas de fronteira poloneses detiveram 112 pessoas por travessia ilegal da fronteira, 92 delas diretamente na fronteira entre a Polônia e Belarus. Isso é quase 4 vezes mais do que os números do ano passado. Entre os detidos estão residentes do Afeganistão, Palestina, Iraque, Tajiquistão, Egito e cidadãos da Rússia de etnia tchetchena.

O chefe do serviço de segurança da fronteira lituana, Rustam Liubaev declarou que a situação na divisa entre a Lituânia e Belarus continua difícil e acusou os guardas da fronteira de Belarus de inércia e falta de cooperação. “Vemos que a situação está mudando em questão de horas. Três grupos de imigrantes ilegais foram detidos no fim de semana, são mais de 30 pessoas ”, disse Liubaev aos jornalistas.

Em 26 de maio, Aliaksandr Lukashenka declarou: “Nós barrávamos o fluxo de drogas e migrantes, agora vocês mesmos vão comê-los e pegá-los”. A Lituânia está certa de que o aumento do fluxo de migrantes ilegais é uma consequência dessa declaração. Agora, a Lituânia está decidindo sobre a compra de novos meios de proteção e armas para proteção de fronteira. A possibilidade de envolver o exército está sendo cogitada.