2022-05-31
Valery Kavaleuski. Foto: t.me/cabinetST

Um escritório oficial de representação de Sviatlana Tsikhanouskaya foi estabelecido em Kyiv. Ele funcionará de maneira permanente, estabelecendo laços com as autoridades ucranianas e protegendo os interesses dos belarussos na Ucrânia. Anteriormente, uma delegação das forças democráticas belarussas já havia visitado Kyiv, realizado várias reuniões e trazido carga humanitária para os voluntários belarussos que defendiam o país.

Valery Kavaleuski, chefe do escritório de Sviatlana Tsikhanouskaya, disse que o objetivo principal da representação era estabelecer um diálogo permanente, falar sobre a situação em Belarus, dizer que a repressão continua e salientar que Lukashenka não é Belarus e que o povo belarusso não está por trás de seu envolvimento na guerra contra a Ucrânia. O diplomata acrescentou que a partir de hoje o escritório da Sviatlana Tsikhanouskaya é o único escritório oficial de representação de Belarus na Ucrânia. A embaixada de Lukashenka deixou Kyiv imediatamente após o início da guerra, e o retorno dos diplomatas será problemático, eles não serão bem-vindos na Ucrânia, acredita Kavaleuski.

É importante que a embaixada apoie os cidadãos belarussos que ficaram na Ucrânia ou que queiram voltar para lá. De acordo com várias estimativas, o número de belarussos na Ucrânia antes da guerra era de cerca de 50.000. Muitos deles permaneceram no país e estão engajados em trabalho voluntário ou lutam na guerra do lado da Ucrânia.

.