2021-08-06
Fronteira belarussa-lituana.

A crise com a migração ilegal já dura dois meses na fronteira entre Belarus e a Lituânia. A situação dos migrantes que viajam de Belarus para a UE ainda é imprevisível.

A União Europeia convocou, no dia 4 de agosto, o representante da missão belarussa, Piotr Shulha, a respeito da situação na fronteira entre Belarus e a Lituânia, fez um apelo a “cumprir as obrigações” na situação com os imigrantes. Em resposta, o lado belarusso “rejeitou uma série de avaliações categóricas do lado europeu”.

No entanto, no último dia, os guardas de fronteira da Lituânia detiveram apenas dois imigrantes que vieram de Belarus, e os guardas de fronteira poloneses, detiveram, na divisa belarussa, 71 imigrantes do Afeganistão. Também se sabe que os voos do Iraque para Minsk foram cancelados e o governo belarusso está devolvendo alguns dos iraquianos dos territórios de fronteira para Minsk.

Em 6 de agosto, países bálticos apresentaram uma proposta de introdução de novas sanções contra Belarus. O motivo foi o agravamento da crise migratória na fronteira entre a Lituânia e Belarus.