2021-06-28
Sessão do tribunal no caso Babaryka. Minsk, 28 de junho de 2021.

Viktar Babaryka na sua última fala: “Não posso confessar um crime que não cometi. Não tenho vergonha na frente dos meus entes queridos, porque não cometi nem mesmo tinha em mente alguma ação ilegal. Não tenho vergonha diante dos funcionários do banco, porque foi criado o melhor banco do país”.

Lembramos que na véspera, o procurador pediu ao tribunal que prendesse o político durante 15 anos e o obrigasse a pagar uma multa de quase 47 mil euros.

O veredicto sobre Viktar Babaryka e outros réus no caso Belgazprombank será anunciado em 6 de julho.