2022-02-17

Prisioneiro político Uladzímir Matskévitch encerrou greve de fome no décimo quarto dia. Ele exigia que a medida cautelar fosse alterada, que o caso fosse levado à Justiça e que fosse marcada uma data para o julgamento. Matskévitch está preso desde agosto de 2021. Desde a noite de 14 de fevereiro, ele se recusou a tomar água e fez uma greve de fome e sede. Depois disso, sua condição significativamente se agravou. O médico chamado injetou soro e vitaminas em Matskévitch.

Na manhã de 17 de fevereiro, soube-se que o preso político havia comunicado por escrito o fim da greve de fome. Segundo seu advogado, durante uma conversa com o investigador, Matskévitch concluiu que seu caso havia avançado. Ainda não está claro se as exigências de Matskévitch foram atendidas. Ele expressou esperança de que a greve de fome não precise ser renovada.