2021-07-27

O site e as redes sociais da Belsat foram declarados extremistas. Esta decisão foi tomada em 27 de julho, pelo tribunal do distrito de Tchyhunatchny da cidade de Homel. A ação ocorreu com base nos materiais investigados pelo departamento HUBAZiK, do Ministério das Relações Interiores, na região de Homel. Quais materiais estão em questão, não é especificado.

“O objetivo de tais ações por parte das autoridades é expurgar a mídia independente em Belarus, para dificultar a divulgação de informação não censurada o máximo possível. A decisão é, naturalmente, absurda. Nem a Belsat, nem outros meios de comunicação independentes são extremistas. Continuaremos a trabalhar, levando informações aos nossos telespectadores e leitores em belarusso e sem censura”, – declarou Aliaksei Dzikavitski, vice-diretor da Belsat.

De acordo com a legislação em vigor, a divulgação (repost) de informação proveniente de fontes declaradas como extremistas acarreta responsabilidade administrativa com pena de multa ou prisão.