2021-11-27
Heiko Maas

O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, disse em seu discurso em 22 de novembro de 2021, na Conferência de Viena dedicada a Belarus, que as forças democráticas belarussas terão direito de voto na cúpula da Parceria Oriental. Segundo ele, esses eventos “fornecem uma plataforma importante para a oposição belarussa”. Ele disse que “a oposição belarussa em exílio deve permanecer fiel à causa e permanecer unida” enquanto “os países ocidentais deveriam ajustar sua assistência à sociedade civil belarussa e à oposição. À medida que se torna cada vez mais impossível apoiar atividades em Belarus, devemos intensificar nosso trabalho com os exilados. Portanto, a nível nacional, a Alemanha está revisando seu “Plano de Ação para a Sociedade Civil de Belarus” no valor de 21 milhões de euros”. Além disso, Heiko Maas observou que a Comissão Europeia apresentou um pacote de apoio econômico no valor de 3 bilhões de euros para a “futura Belarus democrática”.

Lembramos que o regime de Lukachenka suspendeu a participação de Belarus na Parceria Oriental em junho, em resposta às sanções da UE. A reunião dos ministros das Relações Exteriores dos países da Parceria Oriental foi realizada em 15 de novembro de 2021 sem a participação de Belarus, no entanto, o Alto Representante da UE para as Relações Exteriores e a Política de Segurança, Josep Borrell, publicou uma foto de uma cadeira vazia ao lado da placa “Belarus”. Ele escreveu que isto simboliza a firme disponibilidade da União Europeia para apoiar o povo de Belarus.