2022-06-08
Pavel Kutchynski. Foto: spring96.org

Um veredicto foi passado em Vileika, Belarus, ao prisioneiro político Pavel Kutchynski, acusado de insultar Lukashenka e representantes do regime, bem como de ameaçar com violência contra os “agentes da lei”. O juiz o condenou a cinco anos de regime reforçado, assim como condenou a pagar indenização por danos morais aos policiais “feridos”, relata a organização de direitos humanos Viasná.

O especialista em nanotecnologia de 27 anos tem câncer em estágio quatro e requer cuidados médicos constantes. Apesar disso, ele está sob custódia policial desde janeiro. Segundo sua irmã, a condição de Pavel se deteriorou significativamente durante sua prisão. Ele não recebeu tratamento adequado, e o investigador declarou que Pavel supostamente “não se queixa de sua saúde”.