2021-06-27
Fronteira belarussa-lituana.

Ministra das Relações Interiores da Lituânia, Agne Bilotaite declarou que a Lituânia possui provas de que as autoridades belarussas e os guardas de fronteira estão envolvidos na organização do envio de imigrantes ilegais para a UE.

“Esta é uma atividade organizada, um certo esquema – bem organizado, planejado. É muito dinheiro, porque o transporte de uma pessoa custa cerca de 15 mil dólares. Obviamente, trata-se de um crime lucrativo que envolve o regime e as próprias autoridades”, diz Bilotaite.

Desde o início do ano, a Lituânia aceitou mais de 555 migrantes de Belarus, mais do que nos três anos anteriores. A maioria deles é do Iraque.

“Vemos que o fluxo de migrantes é regulado pelas autoridades belarussas como um instrumento de pressão política, um meio de uma guerra híbrida hostil,” – disse o vice-ministro das relações exteriores da Lituânia, Mantas Adomenas, para a edição britânica do The Telegraph.

A Lituânia foi forçada a construir um acampamento para os migrantes que chegaram e agora está considerando a possibilidade de fortalecer a fronteira com Belarus, que custará cerca de 15 milhões de euros.