2021-07-23
Aliaksei Kudzin.

Aliaksei Kudzin, Mestre Emérito de Esportes de Belarus, pentacampeão mundial de boxe tailandês, tricampeão mundial de kickboxing e vencedor do Campeonato Aberto da Rússia de MMA. Em 10 de agosto de 2020, durante protestos contra os resultados fraudados das eleições presidenciais em Belarus, Kudzin foi detido. Segundo a polícia, ele resistiu durante a sua prisão. Ao mesmo tempo, a defesa de Kudzin afirma que durante sua prisão ele foi “severamente espancado”.

Até 21 de agosto de 2020, Kudzin foi mantido em prisão administrativa e, antes do julgamento, foi transferido para prisão domiciliar. Kudzin conseguiu escapar e ir para casa de seus amigos em Moscou. No entanto, em janeiro de 2021, ele foi preso a pedido do lado belarusso e colocado em um centro de prisão preventiva.

Em 22 de julho de 2021, Kudzin foi extraditado para Belarus, apesar do fato de que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos aplicou medidas provisórias e proibiu sua extradição. Kudzin pode pegar até 5 anos de prisão.

Em 23 de julho, canais pró-governo divulgaram um vídeo de “confissão” com a participação de Aliaksei Kudzin, onde este se desculpa aos “policiais” que “sofreram” com suas ações, diz que “há todos os benefícios no centro de detenção, como e durmo normalmente” e que não apoia a “destruição de Belarus”. Anteriormente, os mesmos canais transmitiam “entrevistas” com outro refém do regime – o jornalista Raman Pratassêvitch.